ICEx UFMG - Notícias do Icex
Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

No dia 31/10, às 19h30, o coMciência vai exibir no Museu das Mins e do Metal o curta-metragem “Os incríveis nanomateriais de carbono e suas fantásticas aplicações”. Com duração de seis minutos, trata-se de um vídeo educativo sobre os conceitos básicos da nanotecnologia, respondendo a perguntas sobre os nanomateriais de carbono, suas formas, propriedades e aplicações para o futuro da humanidade. A realização é do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) em Nanomateriais de Carbono e do Instituto de Estudos Avançados e Transdisciplinares (IEAT) da UFMG. No mesmo dia também será apresentado o filme “Operação Lua” (Opération Lune), de William Karel. Premiado em festivais europeus, a película é uma divertida abordagem sobre a Missão Apolo 11, com depoimentos de Stanley Kubrick, Richard Nixon, Buzz Aldrin, Loïs Aldrin, Tad Brown, Henry Kissinger, Christiane Kubrick, Barbara Rogers, John Rogers e Donald Rumsfeld.

Com a proposta de aproximar o público de temas científicos, o coMciência contempla palestras e exibição de filmes, sempre às quintas-feiras, às 19h30. A entrada é gratuita.

Informações: www.mmm.org.br

 

O que?

“Os incríveis nanomateriais de carbono e suas fantásticas aplicações”

 

Quando?

Dia: 31/10 (quinta-feira)

Horário: 19h30

Local: Museu das Minas e do Metal, S/N, Prédio Rosa – Praça da Liberdade

CoMciência

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

O estudo da obtenção de biodiesel via catálise enzimática utilizando fungos filamentosos com potencial de produzirem lipase foi premiado na XX Semana do Conhecimento da UFMG, no mês passado, na categoria de Potencial de Inovação. A pesquisa foi desenvolvida pela aluna Mirra Angelina Neres da Silva, do 6o0 período, orientada pela professora do curso de Química do ICEx Isabel Cristina Pereira Fortes, tendo a co-orientação da professora Jacqueline Aparecida Takahasi . “A partir dos resultados da pesquisa possível identificar espécies de fungos potencialmente produtoras de lípase e avaliar as influências do tempo de reação, das concentrações de álcool e óleo na extensão da transesterificação”, afirmou Isabel.

O biodiesel é uma mistura de ésteres monoalquílicos que podem ser obtidos a partir de diversas técnicas dentre as quais se destacam o processo supercrítico, as catálises homogênea, heterogênea e enzimática. A técnica empregada para a obtenção foi a catálise enzimática. As lipases são, enzimas capazes de promover rompimentos de ligações e promovendo ae reação de esterificação nas moléculas de óleos e de gorduras.,Assim, o emprego de fungos filamentosos que possuem a capacidade de produzir esta enzima podem viabilizar a obtenção do biodiesel via esta rota sintética..

Resultados

Os componentes do sistema reacional foram avaliados pela técnica de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) e. E os cromatogramas obtidos foram comparados aos de amostras padrão de biodiesel. Verificou-se a formação do biodiesel em alguns ensaios. Pôde-se notar a atuação da enzima na maioria dos ensaios o que foi verificado a partir da detecção de ésteres alquilicos como produto da reação..

Reduz o preço e a poluição

A lipase é que apresenta um custo elevado no mercado. Assim, esse método pode reduzir o custo de produção do biodiesel pelo fato de não empregar a enzima isolada e por não exigir condições drásticas – pressão e temperatura elevadas- como em outros métodos. “É também um processo ambientalmente favorável por empregar microrganismos que são encontrados no meio ambiente e assim evitar o consumo de catalisadores tais como hidróxido de sódio, complexos inorgânicos”, completa a professora Isabel.

 

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

doutora e professorA doutoranda Ana Paula comemora o prêmio com o professor Bernardo Ruegguer

A doutoranda do Departamento de Física do Instituto de Ciências Exatas - ICEx, Ana Paula Moreira Barboza e o professor orientador Bernardo Ruegger Almeida Neves foram premiados pela melhor Tese/2012, no mês de Outubro, no auditório da reitoria da UFMG.

De acordo com Ana Paula, a tese “Propriedades eletromecânicas de nanoestruturas por Microscopia de Varredura por Sonda”, apresenta avanços científicos importantes com descobertas de propriedades universais de diferentes materiais, criação de uma nova metodologia de determinação da natureza elétrica de nanotubos de carbono, além de descobrir uma maneira de controlar tal natureza via contato com superfícies apropriadas.

Também para o professor Bernardo Ruegger Almeida Neves o trabalho apresenta uma série de resultados originais, relevantes em Nanociência e Nanotecnologia. “A tese divulga também a versatilidade da técnica de microscopia de varredura por sonda, como uma ferramenta fundamental no entendimento da natureza na escala nanométrica”.

Os pesquisadores explicam também que o trabalho de pesquisa permite obter a confirmação experimental de algumas previsões teóricas e a explicação de alguns resultados experimentais até então desconhecidos. “Unir a teoria e o experimento fez com que o trabalho ficasse bastante rico e desvendou novos comportamentos da matéria na escala nanométrica contribuindo para as pesquisas em nanociência”, completou a doutoranda.

A premiação incluiu, também, menção honrosa para os professores do ICEx autores de teses aos professores do Departamento de Ciência da Computação, Wagner Meira e Marcos André Gonçalves.

 

Premiação

O Grande Prêmio UFMG de Teses consiste na outorga de diploma aos autores e, para os orientadores, auxílio financeiro para participação em congresso ou para custeio de projeto de pesquisa. Também é outorgada uma distinção ao programa de pós-graduação a que se vincula o trabalho selecionado.

Teses - prêmio

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

ester-1

Os fãs de Escher, artista gráfico holandês conhecido pelas suas xilogravuras e litografias, em exposição no Palácio das Artes, vão poder conhecê-lo mais. Desta vez, por meio da Matemática, nos dias 4, 6, 8 e 9 de novembro, no Conservatório de Música, na Avenida Afonso Pena.

Considerado o artista dos matemáticos, o evento vai abordar os diversos objetos matemáticos presentes na sua obra. Mesmo sem ter formação em Matemática, os trabalhos de Escher constroem-se, em grande parte, com objetos e conceitos matemáticos.
Os palestrantes serão os professores de Matemática da UFMG, Bernardo Nunes Borges de Lima , Marcelo Terra Cunha, Michel Spira, Csaba Schneider, Sônia Pinto de Carvalho e Heleno Cunha.

 

Palestras
Como é possível o poço de uma cachoeira alimentar sua própria queda d´água?
E as escadas que sempre sobem e retornam ao mesmo ponto? Para o palestrante Marcelo Terra Cunha, estas imagens de Escher, que remetem a situações aparentemente impossíveis, podem existir em universos matemáticos diferentes daqueles que o ser humano está acostumado. A Palestra abordará o conceito de Superfície Não-Orientável e algumas de suas propriedades, incluindo a sua utilização nas obras de Escher.

No dia 6, quarta-feira, com o tema “Enxergando simetrias”, o professor Michel Spira, fará um passeio pelo conceito de simetria através de obras de arte, ilustrando os conceitos de translação, reflexão, rotação e translação refletida. No tema “Pavimentações nas artes e nas obras de Escher”, apresentado pelo professor Csaba Schneider, vai apresentar a teoria algébrica da pavimentação por meio de exemplos obtidos do palácio mouro Alhambra e das obras de Escher.

Informações:

Professor Heleno Cunha – Telefone: 5781 ou www.mat.ufmg.br

Quando?

Dias 4, 6,8 e 9

Onde?

Conservatório de Música da UFMG, Avenida Afonso Pena, n° 1534

Entrada franca

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

sexta oficinas

 

No próximo sábado, dia 09, acontece a Sexta Oficina de Jogos Matemáticos, na sala 2035 do ICEx de 09:00 às 12:00. O curso faz parte do Projeto Visitas do Departamento de Matemática do Instituto de Ciência Exatas, da UFMG. As inscrições devem ser feitas no https://sites.google.com/site/oficinasdovisitas/home.

 

Já na segunda, dia 11, acontece a oficina sobre Sólidos de Platão com Origamis na sala: 3057 de 09:30 às 11:00. As Inscrições podem ser feita no endereço https://sites.google.com/site/oficinasdovisitas/platao.

 

Ensinar Matemática através de atividades criativas

O projeto Visitas é um processo interdisciplinar educativo, cultural e científico que promove a interação entre a universidade e outros setores da sociedade e tem como objetivo mostrar como ensinar Matemática através de atividades criativas, prazerosas e desafiantes. Criado em 2009, ele já atendeu 15.995 alunos e 793 professores das escolas do Estado. Denro do Projeto Visitas, o Depatamento de Matemática é responsável por outros programas de extensão:

- O Projeto Perguntas recebe dúvidas e perguntas que surgem aos professores do Ensino Fundamental e Médio e promove um intercâmbio entre eles e a equipe do projeto.

- O Projeto Pré-Cálculo Semi-presencialvisa auxiliar alunos recém-ingressados na UFMG com dificuldades em matemática elementar.

- A Olímpiada Mineira de Matemática (OMM)

- O Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médiovisa oferecer uma capacitação para professores de Matemática do Ensino Médio do Estado de Minas Gerais. 

- A Probabilidade no Futebol usa a Lei dos Grandes Números para calcular a probabilidade do seu time se tornar campeão!

 construindo os sólidos de platão

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

Praias manchadas, peixes morrendo, poluição em todo o litoral provocado pelo vazamento de óleo de petróleo em auto mar. Esta notícia que se vê constantemente nos noticiários criando desolação e tristeza pode estar com os dias contados. É o que promete a pesquisa em desenvolvimento do professor Jadson Cláudio Belchior, no Departamento de Química do Instituto de Ciências Exatas (ICEx), da UFMG.

 

De acordo com ele, a primeira parte do projeto é por meio de um método de baixo custo e eficaz para os vazamentos. “Tijolos que, quimicamente tratados, passam a ter a propriedade de absorver o petróleo. Ele é cortado em blocos e jogado na água até retirar, por absorção, todo o óleo”. Já a segunda parte do projeto, prevê a construção de um filtro para separar o petróleo da água. “Estamos na fase de testes, mas é um projeto que acreditamos deverá contribuir de forma significativa para o meio ambiente e financeiramente também já que recupera o petróleo numa forma, em princípio, ausente de água e, portanto, equivalente ao óleo extraído”.

 

Reaproveitamento Não só para a despoluição dos rios e dos mares que a invenção do professor vai oferecer bons resultados. Para a economia ela vai contribuir muito. “Após o uso dos blocos de tijolos para despoluir a água do óleo, os tijolos devem ser recolhidos e podem ser, por exemplo, reaproveitados como combustível pela indústria siderúrgica”, explica o professor, lembrando ainda que novos testes vão indicar a capacidade da máquina de filtrar óleo. “Já fizemos também pedido de patente para a segunda fase do protótipo da pesquisa. Agora é só aguardar”, completa Belchior.

 

 

Outras aplicações são possíveis como a utilização das tecnologias desenvolvidas para o uso de águas que contêm óleos, por exemplo, residenciais misturados à água; ou ainda derramamentos de óleos ou gasolina em acidentes durante o transporte de combustíveis que se tem visto ocorrer em lagos e rios.

Mais informações: 3409-7579

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

Acabam de retornar da Argentina os professores José Marcos Nogueira e Jeroen van de Graaf, do Departamento de Ciência da Computação, DCC. A viagem faz parte da cooperação internacional entre a UFMG e a UNSL - Universidade Nacional de San Luis, na Argentina, no contexto do Programa Centros Associados de Pós-Graduação Brasil Argentina, financiado pela Capes, no Brasil, e pela Secretaria de Políticas Universitárias, SPU, na Argentina.

“Essa cooperação vem de vários anos e diversas missões de professores e estudantes já aconteceram. Nesta, os professores participaram, entre outras atividades, como membros de banca de defesa de dissertação de mestrado de dois alunos argentinos que fizeram estágio na UFMG, em Belo Horizonte, quando desenvolveram seus trabalhos de pesquisa”, explica o professor José Marcos.

Os orientadores dos alunos foram os professores do DCC Jeroen van de Graaf, que orientou o aluno Pablo Garcia, e Fernando Quintão Pereira, que orientou a aluna Norma Perez.
Os professores José Marcos e Jeroen também apresentaram nos seminários do evento os projetos desenvolvidos no Departamento - "Internet das Coisas" e "Entendendo as revelações de Snowden: Como Estados Unidoshackerama Internet". A viagem aconteceu no período de 06 a 12 de Novembro.

dcc - professores

 Na foto, da esquerda para a direita: José Marcos Nogueira, German Montejano, Pablo Garcia, Jeroen van de Graaf, Roberto Uzal e Daniel Riesco.

 

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

A plataforma web de navegação de vídeos desenvolvida pelo professor do Departamento de Ciência da Computação do ICEx, Arnaldo de Albuquerque juntamente com um grupo de alunos , recebeu o Prêmio “Best Integration of Multiple Media Prize” durante o ACM Multimedia Grand Challenge 2011, que aconteceu no período de 28 de novembro a 01 de dezembro de 2011, na cidade de Scottsdale, Arizona.

O sistema facilita a navegação de usuários em vídeos através da analise do conteúdo visual e do áudio dividir vídeos possibilitando uma navegação mais focada em um período de tempo bastante reduzido. A plataforma web extrai e organiza informações presentes no vídeo (faces, cenas internas, cenas externas) e classifica as cenas em temas como esporte, tempo, política e economia.

Os alunos que participaram do desenvolvimento do plataforma de navegação de vídeos foram Bruno do Nascimento Teixeira, Júlia Epischina Engrácia de Oliveira, Fillipe Dias Moreira de Souza, Tiago Oliveira Cunha, Igor Calil Loures de Oliveira, Christiane Okamoto, Lucas Figueiredo Gonçalves e Vinícius Oliveira de Silva.

Premiação:
*Best Integration of Multiple Media Prize*
ACM Multimedia Grand Challenge 2011,
Scottsdale, Arizona

Informações:+55 31 3409-5873
http://www.npdi.dcc.ufmg.br

 

 Os pesquisadores Bruno do Nascimento Teixeira, Marcelo de Miranda Coelho e o professor Arnaldo de Albuquerque

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

  

divuestatistica

Coordenadora da especialização, Ela Mercedes Medrano de Toscano.

 

A Estatística está presente no dia a dia das pessoas, empresas, comércio e bancos. Desde as probabilidades de um jogo de futebol, ao estudo de fenômenos naturais, econômicos sociais. É através dela que se planeja, coordena e acompanha os testes de qualidade. Para atender os profissionais de diversas áreas, o ICEx oferece no primeiro semestre de 2014, o curso de Pós-Graduação, Especialização em Estatística, nas áreas de concentração de Estatística e Indústria e Mercado.

Com as inscrições abertas até o dia 30 de dezembro, no Departamento de Estatística, a coordenadora da especialização, Ela Mercedes Medrano de Toscano explica que “são 40 vagas para cada curso com a participação de 14 professores especializados. Os cursos têm como objetivo oferecer aos profissionais com nível superior e que atuam com metodologia estatística, condições de atualização de conhecimentos e de capacitação”.

Seleção

A seleção dos inscritos será feita em duas etapas para análise do histórico de graduação e do currículo. “Os selecionados podem se candidatar à participação gratuita no curso, desde que caracterizados como carentes pela Fump (Fundação Universitária Mendes Pimentel) ou selecionados pela Pró-Reitoria de Recursos Humanos, caso seja servidor”, completa a coordenadora.

O resultado da seleção será divulgado no dia 13 de janeiro.

espestatistica

Informações:

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (31) 3409-5920 ou na secretaria do Departamento de Estatística do Icex (salas 4052/4054/3045, quarto andar).

 

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

Curso de Física do Grafeno tem inscrição até 6 de janeiro

O curso: Escola de Altos Estudos: "Física do grafeno: aspectos básicos e avançados" acontece de 26 de janeiro a 10 de fevereiro, no Departamento de Física, UFMG. De acordo com o organizador do evento, Prof. Ricardo Wagner Nunes , essa será uma ótima oportunidade para acompanhar os tópicos mais atuais na Física do Grafeno e de ouvir e fazer contato com pesquisadores brasileiros com trabalhos importantes na área”.

O curso será ministrado pelo Prof. Antônio Hélio Castro Neto, “Professor of Physics” do Departamento de Física da Boston University, “Distinguished Professor” da Universidade Nacional de Cingapura e Diretor do Graphene Research Center da Universidade Nacional de Cingapura. Ele é considerado um dos principais teóricos no mundo no estudo da Física do grafeno.

Veja a programação: Programa Escola Grafeno.

 

 

 

Página 27 de 34