Professor Ado Jorio (DF) é um dos cientistas mais influentes do mundo

Ado Jorio - Foca Lisboa

 

O professor Ado Jorio, do Departamento de Física do ICEx-UFMG, figura na lista dos cientistas mais influentes do mundo em 2015, segundo o levantamento The World’s Most Influential Scientific Minds (em português, Mentes Científicas mais Influentes do Mundo), divulgado pela Thomson Reuters, maior conglomerado de produção de informações especializadas do mundo.

Cerca de três mil pesquisadores de 21 áreas do conhecimento constam da relação, compilada pela Divisão de Propriedade Intelectual da agência com base na análise de papers publicados de 2003 a 2013. O relatório reúne os autores que tiveram seus trabalhos entre os 1% mais citados no ano da publicação em suas respectivas áreas.

Além de Jorio, que aparece na lista dos destaques da área de física, apenas três outros brasileiros são mencionados no levantamento: Álvaro Avezum, do Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese, Paulo Artaxo, do Instituto de Física da USP, e Adriano Nunes-Nesi, do Departamento de Biologia Vegetal da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Trajetória
Ado Jorio de Vasconcelos é professor titular no Departamento de Física da UFMG, onde trabalha com pesquisa e desenvolvimento de instrumentação científica em óptica para o estudo de nanoestruturas com aplicações em novos materiais e biomedicina. Concluiu sua graduação em Física pela UFMG em 1993 e o doutorado, também na UFMG, em 1999. Nos dois anos seguintes, fez pós-doutorado no Massachusetts Institute of Technology (MIT), onde trabalhou com propriedades ópticas de nanomateriais, com foco em espectroscopia Raman e óptica de nanomateriais de carbono.

Segundo o Somos UFMG, Ado Jorio tem 180 artigos publicados e é autor de 23 livros e capítulos de livros. Junto com outros pesquisadores da Universidade, registrou oito patentes na Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT). Em 2015, ele recebeu o Humboldt Research Award, concedido pela Fundação Alexander Von Humboldt, da Alemanha.

Atual chefe do Departamento de Física, Ado Jorio dirigiu a CTIT de 2010 a 2013.

(ufmg.br)