Ex-aluno da Física da UFMG conta detalhes das missões da Nasa em Marte

Mais de 200 estudantes participaram da palestra do físico e mineiro Ivair Gontijo no auditório III, do Instituto de Ciências Exatas, ICEx, sobre as várias missões para Marte idealizadas e construídas no Jet PropulsionLaboratory daNASA em Los  Angeles.Além dos detalhes da construção e lançamento do veículo, o físico abordou, por meio de um vídeo, a construção dos componentes mais críticos do radar que ele controlou nos últimos 7 minutos da descida em Marte que saiu da Terra em 2012 e viajou por oito meses até chegar a solo marciano em 2013.

Novo projeto: lua de Júpiter

De acordo com Gontijo o projeto visa responder as questões que o mundo questiona: se Marte tem condições para vida e para onde foi a água de Marte. “Antes era um planeta com oceano e hoje não tem mais”, questionou. Ao ser questionado pela plateia sobre seu novos projetos na Nasa, ele conta que está fazendo um trabalho diferente. “Nosso projeto é mandar uma sonda para Europa, a lua de Júpiter que deve sair da terra em 2022 e chegar lá em 2029”.

Emoção em quem participou

Para Felipe Gustavos, do 2º ano da Física, da Ufmg, além de fascinante, a palestra acrescentou bastante para o seu curso. “Entendi mais o funcionamento da Nasa, da sonda, o seu processo e o lançamento do foguete”. Também para os alunos do Colégio Técnico da UFMG, João Pedro Timóteo e Jéssica Marcolina, ambos de 17 anos, a palestra desmistificou o pouso do foguete em Marte. Ficamos emocionados com os vídeos e com as explicações do cientista”.

Ivair Gontijo cursou graduação e mestrado no Departamento de Física da UFMG e doutorado na universidade de Glasgow, na Escócia. Ele é parceiro do professor de Física da UFMG, Renato Las Casas, no programa “Universo Fantástico”, na Rádio Inconfidência, colaborando como correspondente da Nasa nos últimos quatro anos.

 cara e fisica

Felipe Gustavos, do 2º ano da Física

 

 

eles

 

Última modificação em Quarta, 28 Mai 2014 15:12