ICEx UFMG - Notícias do Icex
Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

No último dia 12 (segunda-feira), ocorreu, na Universidade Federal de Minas Gerais, o Simpósio de Diplomação dos Membros Afiliados da ABC Regional Minas Gerais & Centro-Oeste 2018-2022 e 2019-2023.

 Na ocasião, foram apresentadas as pesquisas de seis jovens cientistas:

Durante o evento a cientista, Raquel Cardoso foi diplomada membro da Academia Brasileira de Ciências. Ela formou-se bacharel em ciência da computação (2004) e obteve o doutorado em bioinformática (2008) pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Fez estágio de pós-doutorado pela Agência da Energia Atômica e Energias Alternativas (CEA) / Genoscope, França (2009).

Hoje atua no desenvolvimento de modelos, algoritmos, visualizações de dados e ferramentas computacionais para Bioinformática e Biologia Computacional. Suas principais áreas de interesse em Bioinformática envolvem problemas relacionados à biologia estrutural, à predição funcional, interações proteína-proteína e proteína-ligantes e o processo de reconhecimento molecular, à previsão do impacto de mutações em proteínas e à engenharia de proteínas. Com relação à Computação, suas pesquisas envolvem principalmente as áreas de mineração de dados, computação evolucionária, grafos e redes complexas e visualização de dados.

 

 

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

Resultado de imagem para IEEE CIS Graduate Student Research Grant LOGO

 

O projeto premiado foi Automated Adaptation of Deep Learning Topologies Applied to Serial Crystallography do doutorando Artur Luis Fernandes de Souza, que é orientado pelo professor Leonardo Barbosa e coorientado pelo professor Luigi Nardi (Stanford University e Lund University).

O prêmio é concedido pela Computational Intelligence Society da IEEE. Entre 3 e 5 alunos são escolhidos internacionalmente cada ano para receber financiamento adicional para conduzir seu projeto de pesquisa em uma instituição do exterior. 

 Artur receberá financiamento para trabalhar em um projeto de pesquisa em Automated Machine Learning (AutoML) na Universidade de Stanford com seu coorientador (Prof. Luigi Nardi). 

 Mais detalhes na página do prêmio: https://cis.ieee.org/professional-development/research-grants

Data da premiação: 

terça-feira, 6 Agosto, 2019

Instituição: 

IEEE Computational Intelligence Society

 

 

 
Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

A diretoria do Instituto de Ciências Exatas da UFMG torna pública a ata referente à eleição de um representante técnico-administrativo para atuar junto à congregação do ICEx. Para acessar o documento clique aqui.

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

Detalhe de laboratório de análise de combustíveis, na UFMG

Nesta quinta-feira, 22, a partir das 10h, o auditório nobre do CAD1 recebe uma mesa-redonda sobre o tema CT&I na Universidade pública. O evento vai reunir o professor Ado Jorio, o ex-ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação (2014-2015) e reitor da UFMG na gestão 2010-2014, Clélio Campolina Diniz, e o professor de direito e ex-governador do Ceará e ex-ministro da Fazenda, Ciro Gomes.

Ado Jorio fará a primeira fala da mesa, com o tema Nano e biotecnologia e a UFMG. Em seguida, às 10h30, Clélio Campolina fala sobre a Corrida científica tecnológica e a posição brasileira. Às 11h, Ciro Gomes fará uma comunicação com o tema Universidades públicas e desenvolvimento.

“Vou apresentar um panorama da realidade atual do Brasil no campo da ciência, tecnologia e inovação”, adianta Ado Jorio. Ele informa que pretende falar “sobre a construção de um ecossistema de CT&I” nos últimos anos e sobre “os perigos que estamos vivendo agora".

Clélio Campolina adianta que falará sobre a corrida científica e tecnológica no mundo e seus efeitos na geopolítica mundial. “Essa corrida vem sendo liderada pela Ásia, que tem sido protagonista. Em face disso, vou analisar a reação do ocidente industrializado a essa expansão asiática, da reação americana e europeia a essa perda de poder.”

Clélio também pretende tratar da posição relativa do Brasil nesse cenário. “O Brasil avançou nas últimas décadas, mas agora estamos correndo o risco de perder os avanços que fizemos, especialmente neste momento de aceleração da competição internacional". O ex-ministro de CT&I pretende, ainda, abordar o papel das universidades brasileiras no avanço cientifico e tecnológico do país e sobre os erros da política econômica nacional.

Segundo Ado Jorio, Ciro Gomes deve apresentar uma visão mais macroeconômica da questão. “A ideia, em geral, é que possamos analisar o passado e discutir o presente, para que possamos propor alguma coisa para o futuro”, diz o professor da UFMG. O evento está sendo organizado pelo DA do ICEx.

Os palestrantes

Ado Jorio de Vasconcelos é professor no Departamento de Física da UFMG. Na Universidade, foi Diretor da Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT) de 2010 a 2012, chefe do Departamento de Física de 2015 a 2016 e pró-reitor de Pesquisa de 2016 a 2018. Em 2016, ele foi incluído na lista dos Highly Cited Researchers, da Thomson Reuters. Atualmente, trabalha com pesquisa e desenvolvimento de instrumentação científica em óptica para o estudo de nanoestruturas com aplicações em novos materiais e biomedicina.

Ciro Gomes foi professor de direito tributário e direito constitucional no Brasil e atuou como professor visitante na Harvard Law School, com carreira acadêmica paralela à carreira política. Foi prefeito de Fortaleza, governador do Ceará, deputado federal, ministro da Fazenda e ministro da Integração Nacional, além de candidato à presidência da República em diferentes ocasiões. Também atuou em posições de alta gestão no setor privado industrial brasileiro.

 

Clélio Campolina Diniz é engenheiro mecânico e engenheiro de operação, mestre e doutor em ciências econômicas. Foi diretor da Faculdade de Ciências Econômicas (Face), da qual é professor emérito, diretor-presidente do Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BHTEC), reitor da UFMG na gestão 2010-2014 e ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil em 2014. Ocupou cargos na Capes e na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). Seus estudos estão concentrados em economia regional, desenvolvimento econômico, economia da tecnologia, economia brasileira e economia de Minas Gerais.

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(1 Voto)

Télécom ParisTech 

 

O Grupo ParisTech é constituído por escolas de engenharia francesas de excelência situadas na região parisiense. Este grupo está ofertando vagas de intercâmbio, com possibilidade de bolsas, para estudantes de todos os cursos de graduação da Escola de Engenharia e de todos os cursos de graduação do Instituto de Ciências Exatas da UFMG. O programa de intercâmbio terá início em setembro de 2020 e com duração prevista de um ou dois anos, dependendo da modalidade. Maiores informações sobre as escolas francesas integrantes do programa podem ser obtidas no site: https://studywithus.paristech.fr/en

 

 

Os estudantes poderão se candidatar às vagas de intercâmbio desde que atendam aos seguintes requisitos:

 

i) ter RSG médio maior ou igual a 3,5 para estudantes do Instituto de Ciências Exatas, e 4,0 para estudantes da Escola de Engenharia;

ii) ter integralizado no máximo 70% da carga horária do curso;

iii) ter integralizado até o 1º semestre de 2019 todas a carga horária referente às disciplinas obrigatórias do 1º ao 4o período do curso.

 

 

A seleção será realizada em três etapas:

 

i) pré-seleção de estudantes realizada pelo ICEx e pela Escola de Engenharia;

ii) prova de múltipla escola aplicada na UFMG pelo Grupo ParisTech;

iii) entrevista oral em inglês ou francês realizada na UFMG por professores do Grupo ParisTech.

 

 

Inscrições para a pré-seleção deverão ser feitas acessando o site abaixo a partir do dia 21/08/2019 e até, impreterivelmente, o dia 09/09/2019 às 23h59.

http://bit.ly/ee-icex-ufmg-paristech-2019

 

Maiores informações sobre o processo de seleção poderão ser encontradas no edital de seleção, que está disponível no link acima.

 

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

No dia 11 de agosto foi pulicado, no jornal americano The New York Times, um artigo sobre as influências do YouTube no cenário político brasileiro. Para a realização da análise proposta pela matéria foi utilizada uma pesquisa desenvolvida no Departamento de Ciências da Computação do ICEx.

O estudo foi realizado com o objetivo de entender melhor como a plataforma de vídeos online possui influência na realidade de seus usuários.

Para conferir a matéria na íntegra clique aqui.

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(1 Voto)

 

O Diretor do Instituto de Ciências Exatas da UFMG, resolve convocar eleição para escolha de representante titular e seu respectivo suplente dos servidores Técnico-Administrativos para compor a Comissão de Estágio Probatório do ICEx, a realizar-se no dia 02 de setembro de 2019.

 

Clique aqui para ver o edital.

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

O professor Eliezer Rabinovici, da Universidade Hebraica de Jerusalém, estará na UFMG no dia 20 de agosto de 2019, para apresentar a palestra On the Phases of Gravity. A atividade será realizada na sala 4110, no quarto andar do Instituto de Ciências Exatas da UFMG, a partir das 10h.

 

A matéria tem muitas fases desde o gás, líquidos e sólidos até os topológicos. O modelo padrão consiste em três fases descritas nas Teorias de Gauge, também chamadas de Teorias de Calibre, que se manifestam como as interações eletromagnéticas, as fracas e as coloridas. Na palestra algumas das possíveis fases da gravidade serão descritas. Isso será feito identificando os graus relevantes de liberdade em diferentes escalas de energia. Neste contexto, as relações entre as propriedades do comportamento de longo tempo das funções de correlação na teoria quântica de campos e o chamado paradoxo da informação do buraco negro serão examinadas. As consequências da invariância escalar sobre a energia no vácuo será revista. 

  

 

O evento é realizado como atividade do Seminário Geral Extraordinário do Departamento de Física e conta com o apoio do IEAT - Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares da UFMG.

 

 

 

 

Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)
 
Diagnósticos médicos mais precisos, veículos autônomos, assistentes digitais são alguns dos exemplos de como a Inteligência Artificial já faz parte do cotidiano. Pesquisas mostram o risco de robôs substituírem 30 milhões de empregos nos próximos dez anos.

Os impactos atuais e futuros dos avanços dessa área entram em pauta no próximo UFMG Talks, cujo tema é Inteligência Artificial: da ficção científica ao cotidiano. O evento será no dia 12 de agosto de 2019, às 19h, no Teatro I do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), na Praça da Liberdade, 450

Os convidados desta edição são os professores Nivio Ziviani, da Ciência da Computação, e Eduardo Albuquerque, da Economia. Cada pesquisador fará uma breve apresentação sobre  a maneira como a Inteligência Artificial dialoga com a área de pesquisa em que atua, seguida de um debate com o público, que participa por meio de perguntas pelo WhatsApp.

O UFMG Talks tem entrada gratuita, com ingressos distribuídos na bilheteria do CCBB uma hora antes. O evento tem a duração de 60 minutos e é disponibilizado na íntegra no canal da TV UFMG no YouTube e no site da Pró-reitoria de Pesquisa da Universidade.

 

Convidados da edição

Nivio Ziviani - é professor emérito do Departamento de Ciência da Computação da UFMG e membro da Academia Brasileira de Ciências e da Ordem Nacional do Mérito Científico, na classe Grã-Cruz. Concluiu a graduação em engenharia mecânica pela UFMG e o doutorado em ciência da computação pela Universidade de Waterloo, no Canadá. É autor do livro Projeto de Algoritmos e atua nas áreas de algoritmos, recuperação de informação e aprendizagem de máquina, com cerca de 200 artigos científicos publicados. Como empreendedor, fundou as empresas Miner (1998), Akwan (2000), Neemu (2010) e Kunumi (2016), com base nos conhecimentos gerados na Universidade.

Eduardo Albuquerque - é professor titular do Departamento de Economia da UFMG. Tem doutorado em economia pela UFRJ com período sanduíche na Universidade de Sussex, no Reino Unido. É autor do livro Agenda Rosdolsky e do capítulo sobre revoluções tecnológicas do livro Economia da Ciência, Tecnologia e Inovação. No artigo recente Capitalismo pós-www, discute a nova fase da economia global e identifica a Inteligência Artificial como uma tecnologia emergente que impulsiona o reposicionamento do trabalho.

 

UFMG Talks

Da arte à física quântica. Das manifestações culturais à neurociência. Dos estudos sobre criminalidade à inteligência artificial. Esses temas e outros ganham visibilidade no UFMG Talks, espaço aberto e democrático para discutir a ciência e as pesquisas realizadas na UFMG, que contribuem para o desenvolvimento da sociedade, não apenas sob o ponto de vista econômico, mas, principalmente, do bem-estar e da qualidade de vida.

Uma vez por mês, o teatro do Centro Cultural Banco do Brasil se transforma no palco da ciência recebendo dois pesquisadores da Universidade ou com trabalhos de destaque em suas áreas para uma conversa descontraída que aproxime o público da academia. O projeto tem entrada gratuita e é inspirado no formato TED (sigla em inglês para Technology, Entertainment and Design). 

O UFMG Talks é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa em parceria com o Centro de Comunicação da UFMG e conta com o apoio do Centro Cultural Banco do Brasil e da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep).

 

Próximas edições

A próxima edição do UFMG Talks já está confirmada. No dia 4 de setembro, às 19h, os professores Flávio Guimarães e Lilian Diniz falarão sobre os avanços no desenvolvimento das vacinas e sua eficácia na erradicação de graves doenças. No dia 9 de outubro, o tema fake news será debatido em uma conversa com os professores Fabrício Benevenuto e Geane Alzamora.

 

 
Publicado em: Notícias do Icex
Avalie este item
(0 votos)

 

A tese de doutorado denominada Evolutionary Risk-Sensitive Feature Selection for Learning to Rank, de autoria de Daniel Xavier de Souza, orientada pelo professor Marcos Gonçalves e Coorientada por Thierson Couto Rosa, foi premiada com o terceiro lugar na 32º edição do Concurso de Teses e Dissertações (CTD), que é realizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação. 

O concurso selecionou e premiou as melhores teses de doutorado e dissertações de mestrado concluídas, isto é, defendidas e aprovadas, no períodode 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2018. As produções foram avaliadas de acordo com os resultados científicos e tecnológicos já gerados pelo trabalho, assim como pelo seu pontencial de impacto na sociedade e no estado da arte na área da Computação.

A premiação ocorreu no dia 17 de julho de 2019, durante a realização do XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, ocorrido em Belém (Pará).

Página 5 de 33