Cátedras recebe o linguista Søren Wichmann

 

O linguista Søren Wichmann, professor da Universidade de Leiden, na Holanda, estará na UFMG como convidado do Programa Cátedras FUNDEP/IEAT.


Durante a estadia na universidade, Søren Wichmann irá realizar duas conferências que vão abordar estudos em linguística que têm auxiliado na compreensão da história da humanidade. As atividades são abertas ao público amplo mediante inscrições através deste link. 

https://aplicativos.ufmg.br/conhecimento/atividades/e/26/catedra-soren-kim-wichmann

 

A Grande Conferência “Taxas de propagação de línguas pré-históricas” será realizada no dia 29 de outubro, às 10h, no Auditório B107 do Centro de Atividades Didáticas 3 (CAD 3) da UFMG. 

 

A propagação de línguas pré-históricas

 

Utilizando métodos desenvolvidos pelo professor Soren Wichmann e seus colegas, nos últimos dez anos, e o software Automated Similarity Judgment Program (ASJP), que contém listas armazenadas em bancos de dados com palavras de dois terços das línguas do mundo, é possível inferir o momento e o local em que uma língua ancestral (protolíngua) de praticamente qualquer família linguística foi falada. Assim, é possível rastrear o tempo levado para que as línguas se espalhassem pelo mundo durante os últimos 6000 anos. Segundo estudos recentes, no período entre 6000 e 2000 anos antes do tempo presente, essa taxa de propagação foi lenta, com uma média de aproximadamente 1 a 3 km por ano. Mas há exceções. Por exemplo, na Eurásia essa velocidade aumenta a partir de cerca de 3000 anos antes do presente, provavelmente devido à expansão neolítica. Fatores como as características da paisagem – em particular desertos, oceanos e pastagens – tendem a acelerar a velocidade com que as línguas se deslocam. Além de apresentar observações gerais como essas, durante a conferência serão apresentadas novas ferramentas para o estudo da história da humanidade, incluindo ferramentas de simulação computacional para a avaliação da validade dos métodos.

 

Na semana seguinte, Wichmann vai ministrar a palestra ASJP: an interdisciplinary tool for studies involving language differences worldwide, no dia 04 de novembro, a partir das 14h no Auditório Prof. Baesse na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. A palestra será em inglês sem tradução simultânea. A atividade é aberta ao público amplo mediante inscrições. 

    

Sobre o catedrático

Søren Wichmann é professor do Centro de Estudos Linguísticos da Universidade de Leiden, na Holanda, tendo trabalhado também na Universidade de Copenhague, no Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva e na Universidade Federal de Kazan, além de ter sido pesquisador visitante em várias instituições nos EUA, México, Alemanha e China. Após realizar trabalhos descritivos e em linguística histórica de diversas línguas e famílias linguísticas da Mesoamérica, Wichmann passou a oferecer contribuições fundamentais para o estudo da escrita maia clássica. Mais recentemente, ele se voltou para as áreas de modelagem computacional da dinâmica da linguagem e de métodos quantitativos em linguística histórica e tipologia linguística, incluindo o desenvolvimento da base de dados lexical ASJP e métodos para o estudo da pré-história linguística. Já publicou 12 livros e é autor de 150 artigos.