Programa incentiva participação de mulheres nas ciências exatas

Participantes dos projetos receberão bolsas de iniciação científica e apoio técnico

Chamada do CNPq pretende aproximar instituições de ensino básico e universidades

Estão abertas, até 5 de outubro, as inscrições de propostas para a chamada Meninas nas Ciências Exatas, Engenharias e Computação, organizada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O objetivo é apoiar projetos que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico do país, por meio do estímulo à participação e à formação de mulheres para as carreiras de ciências exatas, engenharias e computação.

A iniciativa promove a aproximação das instituições públicas da educação básica com as universidades, e as propostas devem prever parcerias formais entre elas. Cada projeto pode reunir até cinco escolas públicas.

As instituições precisam se comprometer com a garantia de condições para realização das atividades do projeto e escolher um professor – das áreas de ciências, matemática, física, química, computação ou tecnologias – para assumir a organização das atividades do projeto.

Cada proposta deve prever, de acordo com o número de escolas públicas envolvidas, a participação de uma, duas ou três estudantes de graduação matriculadas em cursos das áreas de ciências exatas, engenharias ou computação e de três a quinze estudantes da educação básica vinculadas às escolas envolvidas. Alunas e professores receberão, respectivamente, bolsas de iniciação científica e apoio técnico.

Outras informações estão disponíveis na chamada pública.

Com Assessoria de Comunicação do CNPq